domingo, 17 de outubro de 2010

Desacordo


Um apanhado de palavras, frases multiplicadas, aglomerados, textos, gêneros, falácias...

Língua de Portugal, Brasil, Moçambique, Angola, dos diabos...

Regras que prometem o mundo, mas te abandonam na estrada.

Falo? Não, falado. Chego? Não, chegado. Planta? Sim, vá plantar batata.

O que pronuncio não escrevo;

Errado ontem, mas hoje já é aceito.

Português dos infernos!

Isso está certo, isso está errado.

Não ao funcional, sim a rigidez e a pompa nos glúteos do letrado;

Que esse texto esteja cheio de erros e a tua pele fique empolada.

Português dos demônios!

Um dia, eu e uma parcela da população acordaremos falando Tupi-guarani;

Abanheém, aisó, nanbiquara, abaré. (Paulo Roberto Ribeiro)

2 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom!!!

jociana disse...

Nossa!Você me fez viajar...Muito bom.